DATA PROVÁVEL DE PARTO E I CHING

October 7, 2017

 

“O meu médico disse que a data provável para o parto é dia 13 de

abril. Todo mundo diz que o primeiro filho costuma adiantar, inclusive o médico confirmou, mas disse que PODE SER que adiante, mas não significa que VAI adiantar. Não sei se acredito muito nessa data provável... Não sei bem quando foi a minha última menstruação, e o cálculo é feito baseado nesse dado, não é? Disse uma data aproximada...


Já fiz alguns ultrassons e só um deles indicou o tempo de gestação de acordo com a data que o médico me passou, mas segundo ele, é o que tem mais possibilidade de acerto. Acredito que o meu baby nasça ainda este mês, no finalzinho. O problema é que não sei se isso é intuição de mãe ou desejo meu... Não sei se eu ACHO ou se eu QUERO! Tô muito ansiosa!”


A moça que escreveu esta mensagem para uma lista de discussão já não sabe reconhecer se está tendo uma intuição ou se é "coisa da cabeça dela". O que está acontecendo?


O último mês de gestação é difícil porque a barriga pesa e a gente fica mesmo cansada. Este é o tempo para distrair-se, para curtir cada momento (pois mais cedo ou mais tarde o bebê vai nascer e aqueles dias de barrigona estarão terminados para sempre. Você vai olhar para trás e vai parecer que o tempo vôou). Quando esperamos por algo que vai acontecer - e sabemos que vai acontecer - é hora para relaxar e gozar da vida.


O exagrama 5 do I Ching fala deste momento: A Espera. “Todas as coisas necessitam ser alimentadas. Este presente chega a seu tempo e tem que saber esperar. Este hexagrama mostra as nuvens no céu, dando chuva e decrescendo tudo o que cresce, e providenciando à humanidade comida e bebida. A chuva chega por si mesma, não podemos fazê-la chegar, temos que esperar. A força frente ao perigo consiste não em se jogar contra ele, não se trata de agitar-se e perder a pati*encia.


Sentar à mesa com os amigos e bater papo, relaxar e distrair-se, é a coisa certa a se fazer. A hora do pensar e elucubrar passou ou não deve ser a prioridade. Nada de mental. Foquemos no sensorial e no emocional.


Nesses momentos talvez estar numa lista de discussão (sobretudo as que tem “patrulha informativa” 24x7) pode não ser o ideal. Listas virtuais "viciam" e, nesta fase em que a mulher já está naturalmente mais voltada à expectativa do parto, a lista gera mais ansiedade. Quanto mais ela acessar a lista, menos relaxará por estar pensando e ouvindo sobre esse assunto o tempo inteiro. Uma lista de discussão mexe demais com o mental e afasta a grávida do foco interior, do clima de silenciosa, atenta mas tranquila concentração que prenuncia um bom parto.


Datas prováveis de parto deveriam ser approximadas, nunca exatas. Previsões sobre parto antecipado ou atrasado são totalmente arbitrarias (poderiamos dizer que, ao contrário, primigestas têm partos um pouco depois da data provável porque, sendo sua primeira vez, etsão mais tensas e “seguram” o trabalho de parto).


Termino com a sugestão do I Ching: "Espera. Se você for sincera, terá brilho e êxito. Perseverança traz boa sorte”. 


 

Adriana Tanese Nogueira, Psicanalista, filósofa, autora, educadora perinatal, fundadora da ONG Amigas do Parto. www.adrianatanesenogueira.org

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

ONDE ESTÁ?

July 6, 2017

1/1
Please reload

Recent Posts

April 20, 2020

December 2, 2019

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags