O QUE É IATROGENIA?

A palagra "iatrogenia" deriva do grego "iatros", médico, e "genea", origem. Chama-se iatrogenia toda alteração do estado do paciente produzida pelo médico. Onde por "alteração do estado do paciente" não se entende aquela alteração agradável de quando se passa da doença para a saúde, mas muito pelo contrário. Iatrogenia é a produção de estados patológicos ou alterações do funcionamento normal do corpo humano causada pela intervenção médica. Lembramos que segundo Hipócrates =ao optar por um tratamento, a primeira consideração que o médico deve ter em mente é a de evitar o dano: "Priman non nocere" (em latin: "Em primeiro lugar não prejudicar").

 

Em obstetrícia, a iatrogenia é visível em todas as alterações do parto fisiológico produzidas pela intervenção médica, as quais alterações levam a mais intervenções. Exemplo disso é a episiotomia. Pelo fato da mulher estar deitada ou semi-reclinada, o canal vaginal é estreitatado, o quadril está em posição inclinada para cima tornando a descida do bebê mais difícil. A força de gravidade é eliminada e as possibilidades de lacerações do períneo consequentemente são mais altas. Desta forma, se justifica a necessidade de realizar uma episiotomia.

 

O problema, portanto, não é se a episiotomia é ou não necessária no parto normal tradicional (que vê a mulher numa posição passiva). O problema é que o inteiro quadro inteiro errado. Uma mulher ativa e em posição vertical terá altíssimas chances de não necessitar de episiotomia. É a forma como o parto é entendido e praticado que leva à causar danos perfeitamente evitáveis.

 

A episiotomia é uma iatrogenia provocada pela intervenção (desnecessária) médica que distorce o parto fisiológico e o torna medicalizado.



Adriana Tanese Nogueira, Psicanalista, filósofa, autora, educadora perinatal, fundadora da ONG Amigas do Parto. www.adrianatanesenogueira.org

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

ONDE ESTÁ?

July 6, 2017

1/1
Please reload

Recent Posts

April 20, 2020

December 2, 2019

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags
<