BENÉFICO PÓS-PARTO DE UM PARTO DOMICILIAR DESASSISTIDO

August 27, 2019

Marina Peres

 

Como vivenciou o momento de parir? Foi uma experiência sublime?

Foi maravilhoso!!! Sem dúvida foi muito intenso e completo por eu estar acompanhada do meu companheiro e do meu filho.

 

Suas fantasias sobre o bebê se confirmaram?

Sim, principalmente em relação ao parto. Eu mentalizava a posição dela pois a última ultrassonografia havia sido aos 6 meses de gestação. No final sentia que ela estava de cabeça para baixo, mas ela mudava muito de posição. Então eu mentalizava muitas coisas em relação ao parto; não só eu, o pai também. E no momento aconteceu tudo da maneira que imaginávamos, perfeito!

 

Imaginava seu pós-parto? Foi como pensava ou diferente? No que?

Imaginava que ia me recuperar rápido, mas não tão rapidamente. A natureza me surpreendeu nisso! No mais me sinto muito bem, sem nenhum problema.

 

O que você pensava que era ser mãe e o que pensa hoje?

Não costumo pensar muito sobre alguma experiência que ainda não vivi, mas a gente sempre acaba imaginando alguma coisa. Quando tive meu primeiro filho, senti que realmente ser mãe é uma das experiências mais profundas e ricas da vida, na qual também renascemos e amadurecemos, penso que não dá para entender isso realmente antes de ter filhos. Meus filhos certamente estão sendo os maiores e melhores professores da minha vida, desde a gestação. Mas, claro, isso depende totalmente da percepção, sensibilidade e da maneira como escolhemos enxergar a vida e nossas experiências. Pelo menos por mim, posso afirmar que tem sido assim.

 

Recebeu ajuda do pai de seu filho? Gostaria ter recebido mais ou foi boa?

Toda ajuda e apoio possível de um amigo e companheiro de verdade.

 

Sua família e/ou a dele colaborou? Você sentiu a presença deles como uma ajuda de verdade?

Nossa família não colaborou. Mantivemos a decisão do parto [desassistido] em casa em segredo, para nos preservar e para evitarmos comentários desnecessários e desgaste emocional. As únicas pessoas presentes no parto, além de nós dois, foi nosso filho de dois anos que reagiu com naturalidade e tranquilidade e não se assustou com nada.

 

O que gostaria que tivesse planejado melhor para o pós-parto?

Talvez gostaria de ter recebido menos visitas na primeira semana, pois achamos desgastante. Evitamos ao máximo, mas ainda sim não foi como planejamos. No mais, tudo certo no pós parto.

 

Marina Peres, 24 anos, artesã, Rio de Janeiro (RJ). Seu depoimento de parto está aqui.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

ONDE ESTÁ?

July 6, 2017

1/1
Please reload

Recent Posts

April 20, 2020

December 2, 2019

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags