AS ESQUISITISSES DO PARTO

Você já reparou o quanto o parto pode ser esquisito e absurdo? Além de ter de ficar semivestida por uma camisola ridícula e toda aberta, tendo saquinhos de plástico verde aos pés e uma touca verde na cabeça (tudo isso supostamente para proteger seu filho de suas bactérias), ainda por cima você acaba de pernas abertas na frente de gente desconhecida que pode até estar discutindo o novo carro comprado por um deles na semana anterior ou da vitória do time de futebol x.

Aí, vem alguém para te espremer a barriga e você está, quem sabe, até de pernas amarradas em perneiras. Outro alguém corta tua vagina. Você não sente nada, mas sente-se sim à mercê.

Além de muito deselegante, isso tudo é constrangedor!

Nos ensinam a desde pequeninas a fechar as pernas, ocultar as parte proibidas, proteger o sexo, trancar a pelve

E agora, de repente, eis-nos de vulva escancarada na frente de todo mundo.

O sentimento de embaraço pode travar o trabalho de parto, sabia?

O bom de falar nisso é descobrir que isso tudo não é necessário.

Seu parto não precisa ser assim.

Você pode escolher.


Featured Posts
Recent Posts
Archive